Java (linguagem de programação)

Entenda o Java, suas características e o que a torna uma das linguagens de programação mais utilizadas e famosas da história da computação!

Introdução

Lançada originalmente em 1995, pela Sun Microsystems, a linguagem Java é uma das linguagens de programação mais famosas e mais utilizadas pelos desenvolvedores iniciantes. No mercado de desenvolvimento de softwares, o Java é amplamente utilizado devido ao seu grande poder de realização, maior facilidade de uso e menor curva de aprendizado.

Atualmente a linguagem pertence à empresa Oracle e se mantém muito forte. Ainda desponta como primeira colocada no Ranking das linguagens de programação mais utilizadas em todo o mundo (segundo o índice TIOBE).

Mas, por que será que ela é tão famosa? Por que deu tão certo no mercado? O que a torna tão utilizada pelos mais variados tipos de desenvolvedores de aplicações?

Bem! Para responder a esses questionamentos precisamos conhecer as características dessa linguagem de programação.

Se você ainda não está familiarizado com o conceito de linguagem de programação, clique neste link e veja o artigo em que te explicamos com bastante detalhes sobre o assunto.

O Java funciona em qualquer lugar!

O Java é uma linguagem de programação multiplataforma. Isso significa que o programador escreve um único código fonte do seu programa e consegue executá-lo em vários sistemas operacionais diferentes, sem quase realizar nenhum tipo de ajuste ou adaptação. Este é o conceito que chamamos de portabilidade: a capacidade de ser portável e adaptar-se a outros ambientes de maneira natural. Em resumo: o programador escreve o código apenas uma vez e o executa em qualquer lugar.

O Java funciona no Windows

Funciona no sistema Linux

Funciona no seu Celular Android

Funciona até no Mac OS

Mas isso não acontece por mágica. O grande responsável por dar à linguagem essa capacidade de adaptação a vários ambientes diferentes é a sua Máquina Virtual.

Um programa escrito em Java não é executado diretamente pelo sistema operacional, como são executados os programas tradicionais. Existe uma aplicação denominada Máquina Virtual Java (JVM) que faz com que um programa escrito na linguagem seja adaptável aos mais diversos tipos de sistemas.

A imagem abaixo ilustra a função da JVM. Ela funciona como uma espécie de intermediador entre a execução do código Java e o sistema operacional. O código do programa que você escreveu é naturalmente interpretado pela Máquina Virtual e executado nos diversos sistemas operacionais. Todo trabalho de adaptação para as particularidades do sistema é feito pela JVM.

A JVM não precisa ser configurada pelo programador. Ela pode ser obtida gratuitamente no site da Oracle e já vem pronta para ser usada e interpretar os programas escritos na linguagem.

Os programas escritos em Java são rápidos?

Apesar da portabilidade e adaptação aos diversos sistemas operacionais, as aplicações Java são um pouco mais lentas que as aplicações tradicionais. Isto ocorre porque a JVM, em seu processo de interpretação do programa escrito em Java para o sistema operacional, perde um pouco de desempenho de processamento.

As aplicações criadas em Java não são compiladas e executadas da maneira tradicional. Elas são interpretadas, e o significado disso é um pouco complexo para ser mais aprofundado aqui neste artigo. Mas, da maneira mais simples possível de explicar, isso significa que a JVM lê o código do programa e o interpreta para o sistema operacional, e esse processo de interpretação consome muitos recursos computacionais. Como se tivesse que fazer um esforço extra para executar o programa.

Por este motivo, as aplicações de tempo real (aquelas que precisam de muito desempenho), por motivos de segurança, não utilizam a linguagem Java. Aplicações tais como, jogos digitais 3D de última geração, sistemas médicos cirúrgicos de alta confiabilidade e sistemas de máquinas industriais de alta precisão não são desenvolvidos em Java, pois necessitam do mais alto desempenho possível do sistema computacional. Desempenho este que a JVM não pode oferecer.

Por outro lado, aplicações tais como, aplicativos para dispositivos móveis, sistemas comerciais em geral, sistemas corporativos, editores de texto, aplicações de mensagens, e todos os tipos de software cujo o alto processamento não seja uma prioridade podem tirar vantagem das facilidades de desenvolvimento da linguagem Java.

Por exemplo: um aplicativo comercial de uma empresa de serviços pode ter o seu desenvolvimento acelerado se for escrito em Java, além do fato que que possíveis modificações futuras podem ser entregues de maneira muito mais rápida e fácil.

O que dá para criar com o Java?

É possível criar os mais diversos tipos de aplicações em Java, tais como, sistemas corporativos, sistemas web, sistemas para dispositivos embarcados, para citar alguns. Contudo, sem sombra de dúvidas, os tipos de aplicações mais desenvolvidas atualmente com a linguagem Java são os aplicativos para o sistema Android.

Aplicações para Smart TVs

Sistemas embarcados em dispositivos domésticos

Sistemas corporativos e web

Aplicativos para Android

Desde o início da revolução dos smartphones, a demanda por aplicativos tem crescido absurdamente e, neste contexto, a linguagem Java se posicionou com muito destaque. O universo de possibilidades que os aplicativos criaram para os desenvolvedores profissionais, amadores e entusiastas fez a linguagem Java se tornar a mais importante linguagem de desenvolvimento para o sistema operacional Android.

Hoje em dia, existem outras linguagens e tecnologias que permitem desenvolver aplicativos para Android, tais como C# e Kotlin. Mas a linguagem Java ainda é a linguagem oficial da Google para o desenvolvimento de aplicativos do seu sistema operacional para Smartfones.

Java não é Javascript!

Java está para JavaScript assim como Cama está para Camaleão. [Risos…]

Apesar da semelhança do nome, as linguagens Java e Javascript são bem diferentes. Possuem até alguma semelhança sintática em alguns constructos de programação, mas são completamente diferentes na finalidade e na forma como são executadas.

Ao contrário do Java, que é uma linguagem voltada para desenvolvimento dos mais diversos tipos de aplicações profissionais, o Javascript é uma linguagem do tipo “script” desenvolvida para internet. Juntamente com o HTML e o CSS, o Javascript é uma das três principais tecnologias da Web. Ela foi construída no âmbito de fornecer aos desenvolvedores de site e sistemas web formas mais inteligentes de incorporar conteúdo dinâmico às páginas.

Outra diferença entre Java e Javascript está na execução de suas aplicações. Uma aplicação Java é escrita em um arquivo de texto, depois é interpretada e executada pela JVM. O Javascript é escrito em um arquivo de script, ou diretamente na página HTML, depois é interpretado pelo navegador de internet.

Veja abaixo dois exemplos de um simples código Java e Javascript.

1.function hello()

2.{

3.     return "Hello world!";

4.}

1.public class JavaClass{

2.     public static void main(String[] args){

3.          System.out.println("Hello world!");

4.     }

5.}

Vale a pena aprender?

A resposta para essa pergunta é: sim. Java ainda é a linguagem de programação mais utilizada no mundo e, como vimos neste artigo, existe um enorme universo de possibilidades de áreas nas quais o programador Java pode atuar.

Se pararmos para pensar na infinidade de tecnologias e aplicativos que utilizam o Java, fica claro imaginar a grande quantidade de oportunidades que essa tecnologia fornece. Ainda mais em um mundo que está em plena ascensão tecnológica e que necessita cada vez mais de novas tecnologias.

Compartilhe este artigo

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email

Nos siga
em nossas redes sociais.