Siga-nos

Inscreva-se

Siga-nos

Inscreva-se

Variável: O que é?

Aprenda o significado de uma variável. Entenda como as linguagens de programação as utilizam para armazenar e processar as informações.

Antes de aprender sobre as variáveis, é recomendável que você já tenha lido o nosso artigo sobre os comandos de entrada e saída. Ele é o seu ponto de partida na programação de computadores!

Mas vamos lá!

Se você ler algum livro técnico sobre linguagem de programação, certamente você vai ter uma definição bem superficial do que é uma variável. Algo do tipo: “uma variável é uma referência a um endereço da memória do computador”.

Só para ilustrar, observe abaixo um exemplo de um dispositivo de memória RAM, que é a memória do computador. Observe que ela é formada por vários chips pretos retangulares.

De fato, dentro de cada um desses chips pretos existem espaços onde as informações são armazenadas eletronicamente. Esses espaços são os endereços de memória.

Portanto, de uma maneira superficial, podemos dizer que uma variável é uma referência a esses espaços dentro dos chips de memória do computador.

Pra que serve uma variável?

A fim de compreender de maneira bem fácil a utilidade de uma variável, observe o exemplo abaixo:

Imagine que eu te peça para fazer um cálculo de multiplicação simples. Se eu te pedir para calcular 3 x 5, inegavelmente você me diria a resposta imediatamente, não é verdade? Certamente não é necessário muito esforço mental para fazer esse cálculo. As informações cabem todas na sua memória.

variavel-variable-01a

Agora, se eu te pedisse para calcular 342,56 x 53,17, sem dúvida, as coisas seriam diferentes, não é verdade? Com toda a certeza, você precisaria de mais tempo, esforço e de uma folha de papel e uma caneta.

variavel-variable-02a

Acontece que este último cálculo possui muito mais informações, de tal forma que essas informações não cabem todas na sua memória. Você precisa registrar tudo em uma folha de papel.

você escreve os números no papel…

variavel-variable-03a-01

realiza parte do cálculo…

variavel-variable-03b-01

escreve esses resultados de volta no papel…

variavel-variable-03c-01

depois revisita os números escritos anteriormente…

variavel-variable-03d-01

faz mais alguns cálculos…

variavel-variable-03e-01

escreve mais resultados…

variavel-variable-03f-01

até encontrar o resultado final.

variavel-variable-03g-01

A folha de papel funciona como se fosse a extensão da sua memória humana, armazenando todo o montante de informações e te permitindo revê-las durante processo de cálculo.

Com os programas de computador é a mesma coisa. Eles precisam armazenar as informações que eles processam em algum lugar, para revisitá-las e reutilizá-las. Esse lugar é a variável, que funciona como se fosse a folha de papel do computador.

As variáveis podem ser imaginadas como caixas. Em outras palavras, recipientes reservados para que os programas armazenem as informações.

Quando o programador escreve um programa de computador, ele utiliza as variáveis para informar onde os programas irão armazenar os seus dados durante o seu funcionamento.

Tipos Primitivos de Dados

As variáveis são classificadas por tipos. Cada tipo define a característica e o tamanho da informação que poderá ser armazenada dentro da variável.

Por exemplo:

  • uma variável do tipo char é preparada para armazenar letras e símbolos, tais como, ‘a’, ‘b’, ‘c’, ‘@’, ‘&’, entre outros, e geralmente ocupa um espaço de 2 bytes.
  • uma variável do tipo int é preparada para armazenar números inteiros, tais como, 1, 2, 3, 500 e 2756, e geralmente ocupa um espaço de 4 bytes.

Abaixo segue uma lista com os principais tipos de variáveis que existem nas principais linguagens de programação:

byte

armazena valor inteiro, mas com no máximo 1 byte de informação.

short

armazena valor inteiro, mas com no máximo 2 bytes de informação.

int

armazena valor inteiro, mas com no máximo 4 bytes de informação.

long

armazena valor inteiro, mas com no máximo 8 bytes de informação.

float

armazena valor decimal, mas com no máximo 4 bytes de informação.

double

armazena valor decimal, mas com no máximo 8 bytes de informação.

boolean

armazena valor lógico de Verdadeiro e Falso (true, false).

char

armazena letras e símbolos, tais como, ‘a’, ‘b’, ‘c’, ‘@’ e ‘&’, mas com no máximo 2 bytes de informação.

Esses são os principais tipos de variáveis que existem nas principais linguagens de programação. Eles são conhecidos como Tipos Primitivos de Dados.

É importante salientar que algumas linguagens de programação possuem diferenças de tamanho em bytes para alguns de seus tipos de variáveis (como o tipo int da linguagem Python, por exemplo).

Como se cria uma variável?

Na maioria das linguagens de programação, podemos criar uma variável com a seguinte estrutura:

TIPO IDENTIFICADOR = VALOR;

Onde o identificador tem o objetivo de dar nome à variável, de acordo com a natureza da informação que ela vai armazenar.

Por exemplo: imagine que precisamos criar uma variável para armazenar um salario de um funcionário. Dessa forma, a declaração seria feita da maneira abaixo.

float salarioFuncionario = 3500.00;

Do mesmo modo que criamos uma variável para salário, poderíamos criar uma variável do tipo caractere, para armazenar o gênero de um funcionário (onde a letra ‘m’ representaria masculino e ‘f’ representaria feminino).

char generoFuncionario = ‘m’;

É importante observar que os identificadores das variáveis não são acentuados, uma vez que as linguagens de programação são baseadas na língua inglesa.

Outro importante fato é que algumas linguagens de programação (Python e Javascript, por exemplo) não necessitam de definição de tipo na criação da variável, de tal forma que o seu tipo é automaticamente identificado pelo valor atribuído a ela. Veja abaixo.

generoFuncionario = ‘m’;

Neste exemplo acima, o tipo da variável “generoFuncionario” é automaticamente definido para o tipo char após a inserção do valor ‘m’ (nas linguagens Python e Javascript).

Declaração e inicialização

A criação de uma variável se divide em duas partes:

  1. Declaração e
  2. Inicialização.

Vamos considerar o modelo de criação de uma variável:

TIPO IDENTIFICADOR = VALOR;

A parte à esquerda do símbolo de = é a declaração, pois é a parte em que apenas criamos a variável:

TIPO IDENTIFICADOR = VALOR;

A parte à direita do símbolo de = é a inicialização, pois é a parte em que colocamos um valor dentro da variável:

TIPO IDENTIFICADOR = VALOR;

Outra coisa importante de comentar é que, em quase todas as linguagens de programação, a declaração e a inicialização podem ser realizadas em comandos distintos. Veja abaixo:

TIPO IDENTIFICADOR; // isto é uma declaração

IDENTIFICADOR = VALOR; // isto é uma inicialização

Veja no código abaixo que, na linha 1, apenas declaramos a variável genero e, na linha 2, inicializamos a variável genero com o valor ‘f’.

1.char genero; // declaração

2.genero = 'f'; // inicialização

É importante informar que, na maioria das linguagens de programação, os textos que vêm depois do símbolo // são interpretados como comentários, de tal forma que não fazem parte do código.

Na linguagem Python os comentários são escritos com o símbolo #, ao invés do símbolo //. Veja o exemplo abaixo.

1.genero = 'f' # isto é um comentário em Python

Exercício

Agora que você já consegue visualizar o significado de um algoritmo, certamente está preparado para resolver o exercício abaixo.

Quer expandir mais os seus conhecimentos sobre variáveis? Então, veja os nossos artigos sobre as 5 categorias de operadores da programação. Aprenda como as variáveis podem ser exploradas com o uso dos operadores:

De qualquer forma, recomendamos que você siga o fluxo padrão de aprendizado e leia o próximo artigo sobre o operador de atribuição.

Este artigo foi útil para você?

Então nos ajude a crescer e compartilhe-o com outras pessoas que se interessam por esse assunto!

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email

Siga-nos

Inscreva-se

O primeiro livro didático de programação para jogos digitais

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.